Outra página

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Resolvido Outra página

Mensagem por Camila R.B. em 21/06/13, 12:17 am

Qual é minha questão:
Gostaria de saber como fazer para criar uma página neste estilo
http://rpgbeauxbatons.forumeiros.com/h9-dcat



Endereço do meu fórum:
http://rpgwizengamot.forumeiros.com

Versão do fórum:
PHPBB3


Última edição por Camila R.B. em 21/06/13, 01:11 am, editado 1 vez(es)
avatar

Camila R.B.
Nível 6

Feminino
Inscrito dia : 10/03/2011
Mensagens : 67
Pontos Ativos : 108

Ver perfil do usuário http://dolohov.forumeiros.org

Resolvido Re: Outra página

Mensagem por Sennior em 21/06/13, 12:30 am

Saudações querida! Muito feliz

Olha o mesmo é uma pagina simples em HTML, veja:

Código:
<center><div style="background-image:url(http://i54.tinypic.com/2vm8oqc.jpg); width:750px; -moz-border-radius: 40px; -webkit-border-radius: 40px; border: 6px solid #ededed; padding:5px;"><div style=" font-family: 'Josefin Sans', arial, serif; width:380px; font-size:44px; letter-spacing:-4px; text-shadow: #fff 1px 0px 1px; color: 979797; font-weight:lighter; line-height:44px;  background-color:transparent; margin-bottom:7px;">Dangerous - Conheçendo as Trevas. Vol. I</div><table><tbody><tr><td valign="top"><div style="background-image:url(http://i.minus.com/iDqiJOe0u9fLT.jpg); height:330px; width:221px; -moz-border-radius: 40px; -webkit-border-radius: 40px; border: 6px solid #ededed; opacity:0.8;filter:alpha(opacity=80);"></div></td><td valign="top"><div style="width:180px; font-face:arial; font-size:11px; color:979797; line-height:9px; text-align:justify; padding:7px;"><div style="background-color:#ededed; padding:2px; text-transform:uppercase; border-bottom:1px dashed #828282; text-align:center; font-family: 'Cabin', arial, serif; font-size: 14px; text-shadow: #fff 1px 0px 1px; -moz-border-radius: 15px 15px 0px 0px; -webkit-border-radius: 15px 15px 0px 0px;">AUTOR</div><p>
Elrond Dalloway Streisand Choiseul
</p><p><br>
</p><p></p><div style="background-color:#ededed; padding:2px; text-transform:uppercase; border-bottom:1px dashed #828282; text-align:center; font-family: 'Cabin', arial, serif; font-size:12px; text-shadow: #fff 1px 0px 1px; -moz-border-radius: 15px 15px 0px 0px; -webkit-border-radius: 15px 15px 0px 0px;">ANO </div><p>
Primeiro ano
</p><p><br>
</p><p></p><div style="background-color:# ededed; padding:2px; text-transform:uppercase; border-bottom:1px dashed #828282; text-align:center; font-family: 'Cabin', arial, serif; font-size:12px; text-shadow: #fff 1px 0px 1px; -moz-border-radius: 15px 15px 0px 0px; -webkit-border-radius: 15px 15px 0px 0px;">MATÉRIA</div><p>
Defesa contra as artes das trevas
</p><p><br>
</p><p></p><div style="background-color: #ededed; padding:2px; text-transform:uppercase; border-bottom:1px dashed #828282; text-align:center; font-family: 'Cabin', arial, serif; font-size:12px; text-shadow: #fff 1px 0px 1px; -moz-border-radius: 15px 15px 0px 0px; -webkit-border-radius: 15px 15px 0px 0px;">CLASSIFICAÇÃO</div><p>
Livre
</p><p><br>
</p><p></p><div style="background-color: #ededed; padding:2px; text-transform:uppercase; border-bottom:1px dashed #828282; text-align:center; font-family: 'Cabin', arial, serif; font-size:12px; text-shadow: #fff 1px 0px 1px; -moz-border-radius: 15px 15px 0px 0px; -webkit-border-radius: 15px 15px 0px 0px;">ASSUNTO</div><p>
Descrições e feitos das trevas.
</p><p><br>
</p><p></p><div style="background-color: #ededed; padding:2px; text-transform:uppercase; border-bottom:1px dashed #828282; text-align:center; font-family: 'Cabin', arial, serif; font-size:12px; text-shadow: #fff 1px 0px 1px; -moz-border-radius: 15px 15px 0px 0px; -webkit-border-radius: 15px 15px 0px 0px;">CAPA</div><p>
Primrose Elst Appel

</p></div></td>


<td valign="top"><div style="background-image:url(http://i.minus.com/ivJKDH1WCDMpL.jpg); height:330px; width:220px; -moz-border-radius: 40px; -webkit-border-radius: 40px; border: 6px solid #ededed; opacity:0.8;filter:alpha(opacity=80);"></div></td></tr></tbody></table>
<p>
</p><center><div style="font-face:arial; font-size:12px; color:#979797; text-align:justify; width:700px; height:1000px; overflow:auto; padding-right:3px;">
<p>
</p><center><div style="background-color: #ededed; padding:2px; text-transform:uppercase; border-bottom:1px dashed #828282; text-align:center; font-family: 'Josefin Sans', arial, serif; text-shadow: #fff 1px 0px 1px; font-size:18px; width:380px; color:#000000; line-height:18px; -moz-border-radius: 15px 15px 0px 0px; -webkit-border-radius: 15px 15px 0px 0px;">Introdução</div></center>

<p>
É com muito entusiasmo que apresento essa coleção. Ela é o resultado de meus trabalhos em sala de aula, bem como minhas constantes pesquisas sobre as trevas e forma de se defender dela. Esse livro foi escrito principalmente para ajudar jovens iniciantes na arte da defesa contra as trevas, bem como feitiços, historias de antigos homens que seguiram os paços das trevas.
</p><p>
Ao longo desses três volumes desta coleção, você estudará conceitos de antigos aurores, mas baseando-se no que ocorreria durante esses tempos modernos, trago também nesta edição algumas atividades e feitiços esquecidos, esse livro vem com um estudo básico, mas com um aprofundamento na teoria de que as trevas não podem ser destruídas, porém pode ser impedidas e até paralisadas por certo período de tempo.
</p><p>
Observe que é minha principal preocupação que vocês alunos tenham conhecimento de que as trevas não podem ser destruídas, mas pode ser muito bem combatida. Leia agora um trecho que um antigo filósofo mestre na defesa contra as trevas disse as respeito das mesmas. "Combatê-las é como combater um monstro de muitas cabeças, no qual, cada vez que cortamos uma cabeça, surge outra ainda mais feroz e inteligente do que a anterior." Não vá achando que é fácil mole se defender delas porque não é.
</p><p>
Espero que você goste das diferentes propostas de atividades e que esta coleção se torne um instrumento significativo para aperfeiçoar na prática da defesa contra as trevas.
<br>Bom Estudo!
</p><p>
A Autora
</p>

<center><div style="background-color: #ededed; padding:2px; text-transform:uppercase; border-bottom:1px dashed #828282; text-align:center; font-family: 'Josefin Sans', arial, serif; text-shadow: #fff 1px 0px 1px; font-size:18px; width:380px; color:#000000; line-height:18px; -moz-border-radius: 15px 15px 0px 0px; -webkit-border-radius: 15px 15px 0px 0px;">Capítulo 1 – Histologia das Trevas</div></center>

<center><div style="background-color: #ededed; text-transform:uppercase; text-align:center; font-family: 'Josefin Sans'; font-size:18px; color:#000000; line-height:18px;">A Natureza das Trevas</div></center>

<p>
Como todos os demais tipos de magia, a magia negra existe há milhares de anos. Enquanto alguns indivíduos das antigas civilizações criavam feitiços e palavras mágicas na tentativa de curar doenças, provocar chuva em campos secos ou proteger uma aldeia contra a invasão de um inimigo, outros concebiam maldições e outros meios sobrenaturais de infligir dor e azar os seus vizinhos. Estes métodos podiam ser usados para se vingar de uma ofensa, para eliminar um competidor nos negócios ou para levar a melhor contra um adversário político.
<br>Quando o general romano Germânico morreu, no ano de 19 d.C., encontraram-se indícios de que alguém usara magia negra contra ele, na forma de ossos humanos, maldições escritas e pedaços de chumbo (que na época era conhecido como o metal da morte) ocultos embaixo do piso e atrás das paredes do seu quarto de dormir. Uma das formas de magia negra mais antiga e mais largamente praticada é a magia da imagem, na qual se cria um desenho ou um modelo de cera ou barro que, em seguida, é danificado ou destruído de propósito.
<br>Um exemplo bem conhecido dessa magia é o vodu. Todo o mal infligido ao modelo – também conhecido como efígie – deve igualmente ferir sua vitima. Nas antigas Índias, Pérsia, África, Egito e Europa, bonecos feitos em cera eram objetos comuns, pois eram fáceis de criar e podiam ser destruídos por derretimento. Acreditava-se que o derretimento fazia a vitima morrer com uma doença terrível. Também já foram feitos bonequinhos de pano, madeira ou barro, que depois eram pintados para que ficassem parecidos com a vitima. Outros métodos comuns de danificar um boneco incluíam furá-lo com alfinetes ou facas (acreditava-se que isso levava a pessoa a sentir dores ou adoecer) ou, se o boneco fosse de material extraído de um animal ou de um vegetal, enterrá-lo para que sofresse um processo de decomposição.
</p><p>
Outra forma antiga de magia era a necromancia (do grego necros, que significa “cadáver”, e mancia, que significa “profecia”), onde se tentava despertar os espíritos dos mortos para praticar a Adivinhação. Acreditava-se que os mortos, por não estarem mais limitados ao plano terrestre, tinham acesso a informações sobre o presente e o futuro, um conhecimento inacessível aos vivos. A necromancia aparece na Bíblia, era praticada nas antigas Pérsia, Grécia e Roma, e foi novamente popular na Europa durante o Renascimento.
</p><p>
Enquanto alguns necromantes tentavam reviver cadáveres, através da Maldição Inferi, (sendo até acusados de tentar mandar esses cadáveres atacarem os vivos), a maioria se contentava apenas em invocar o espírito de um morto, executando rituais sobre a sepultura, pronunciando encantamentos e traçando palavras e símbolos mágicos no chão.
<br>Uma das maiores, senão a maior, magia das artes das trevas são as Horcruxes, uma magia inventada na idade média, as Horcruxes simplesmente são um pedaço da alma de uma pessoa guardada em um objeto externo. Para se produzir uma Horcrux a pessoa deve matar outro individuo (ao matar esse individuo a alma do assassino se rompe) e aproveitar do momento da ruptura de sua alma para prendê-la em um objeto de escolha. Dividir a alma de uma pessoa é uma tarefa muito delicada e deve-se ter muito cuidado.
</p><p>
Contudo como foi dito as trevas é a busca pela mal, ela usa de qualquer forma para acabar com quem entra em seu caminho, o principal objetivo das trevas é a ruptura entre o escudo do mundo bruxo e trouxa, quando esse escudo for quebrado, os trouxas saberão que nós bruxos existimos, sendo assim os dois mundos entraram em guerra e por sorte ou azar nós venceremos e os bruxos das trevas tomarão o poder dos dois mundos para si e espalharão o caus por todo o universo.
</p><p>
Observações:
<br>As trevas almejam dominar os mundos bruxos/trouxas e assim escravizar todos aqueles que não a seguirem, contudo o trabalho da DCAT é proteger os mundos das trevas, por isso aprender DCAT é tão importante afinal nimguém nasce querendo ser comensal da morte, normalmente os comensais são influenciados por outros desde criança e acabam entrando nesse mundo sem volta, e deixo ao fim desse comentário que quando você entra para as forças das trevas, você só sai morto.
</p>

<center><div style="background-color: #ededed; text-transform:uppercase; text-align:center; font-family: 'Josefin Sans'; font-size:18px; color:#000000; line-height:18px;">Conceito - Trevas</div></center>

<p></p><p>
As Artes das Trevas são a distorção mágica criada pelos bruxos com tempo e má índole. Eles usam a magia para fazer o mal, para causar dor, causar medo. É uma tentativa de poder já que não tem capacidade de se destacar por outras formas. As Artes das Trevas estão ligadas direta ou indiretamente com feitiços.
</p><p>
Bruxos que pretendem fazer o mal idealizam ou modificam as fórmulas básicas de seus feitiços de má índole, ou até mesmo usam os feitiços para prejudicar alguém. Existem encantamentos prejudiciais, maldições, azarações e feitiços que são usados para causar destruição, pânico, medo e terror.
</p><p>
"As Artes das Trevas são muitas, variadas, mutantes e eternas. Lutar contra elas é como lutar contra um monstro de muitas cabeças, que, cada vez que tem um pescoço cortado, nasce uma nova cabeça talvez mais feroz e mais esperta do que a anterior. Vocês estão lutando contra aquilo que não é estático, é mutante e indestrutível. Suas defesas, portanto devem ser tão flexíveis e criativas quanto as Artes que procuram enfrentar." - Severo Snape
</p><p>
As Artes das Trevas são caracterizadas pelo uso da magia com a intenção real de machucar, ferir, torturar, matar, e quaisquer outras formas que possam debilitar uma pessoa. Os praticantes das Artes das Trevas não têm piedade nem dó; como ocorre em todas às vezes, é preciso realmente querer para que feitiços como a Maldição da Morte aconteçam. Devido a isso, é importante para todos os bruxos aprenderem métodos de defesa pessoal. Em Hogwarts, uma das matérias principais é Defesa Contra as Artes das Trevas, onde os alunos, desde o início de seu aprendizado, compreendem a realidade do mundo lá fora e são ensinados a se defender de criaturas malignas, como os kappas, lobisomens e Grindylows.
<br>É difícil explicar porque que as Artes das Trevas são tão diferentes das outras magias. Na verdade, algumas magias, podem ser usadas para o bem ou para o mal. Às vezes um simples feitiço pode estar cheio de más intenções. Nas Artes das Trevas, a magia que é lançada na intenção de machucar, ferir, matar ou fazer qualquer mal a outra pessoa, é chamada de Maldição. É a intenção de fazer o mal que torna diferente esse tipo de magia. O simples fato de lançar uma Maldição não significa que o bruxo esteja usando Artes das Trevas. O importante é a intenção e a maldade de quem lança a Maldição.
</p><p>
Segundo a comensal Bellatrix Lestrange não adianta tentar lançar Maldições sem sentir o prazer de maltratar, machucar, fazer o outro sentir dor, nem de matar. É importante que os bruxos aprendam a Defesa contra as Artes das Trevas justamente porque, em geral, quem usa as Artes das Trevas não tem pena e nem hesita em fazer o mal. As Maldições atingem os alvos saindo das varinhas, como se elas fossem armas. Certamente, feitiços e azarações podem causar danos leves, mas nas Artes das Trevas, a intenção faz a diferença.
</p>

<center><div style="background-color: #ededed; text-transform:uppercase; text-align:center; font-family: 'Josefin Sans'; font-size:18px; color:#000000; line-height:18px;">O Ministério da Magia</div></center>

<p>
A prática das Artes das Trevas é geralmente ilegal no mundo bruxo, mas esta proibição não é universal; por exemplo, enquanto a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts ensina apenas Defesa Contra as Artes das Trevas, o Instituto Durmstrang ensina as Artes das Trevas. Além disso, em tempos de guerra, O Ministério da Magia britânico foi conhecido por permitir Aurores a usar magia Negra contra seus inimigos. Quando Lorde Voldemort estava no controle da Grã-Bretanha bruxa no final de 1997 até a metade de 1998, as Artes das Trevas foram legalizadas e ensinadas em Hogwarts pelo professor e Comensal da Morte Amico Carrow.
</p><p>
Além disso, há uma questão de tolerância. As três Maldições Imperdoáveis são puníveis automaticamente com uma sentença perpétua na prisão de Azkaban, exceto quando permitida em tempos de guerra, enquanto alguns tipos de magia podem ter tanto usos para as Trevas assim como para o bem e, assim, nem sempre são considerados ilegais.
</p><p>
Segundo a constituição Mágica do ministério da Magia, qualquer ato de regência ou prática de qualquer rito das trevas está proibido permanentemente e tem ainda a proibição do uso das três maldições imperdoáveis, a quais não entarei em detalhes para não fazer apologia á prática de qualquer uma delas.
</p><p>
</p><center><div style="background-color: #ededed; padding:2px; text-transform:uppercase; border-bottom:1px dashed #828282; text-align:center; font-family: 'Josefin Sans', arial, serif; text-shadow: #fff 1px 0px 1px; font-size:18px; width:380px; color:#000000; line-height:18px; -moz-border-radius: 15px 15px 0px 0px; -webkit-border-radius: 15px 15px 0px 0px;">Capítulo 2 – Defesa Contra as Trevas</div></center>

<center><div style="background-color: #ededed; text-transform:uppercase; text-align:center; font-family: 'Josefin Sans'; font-size:18px; color:#000000; line-height:18px;">A História da DCAT</div></center>

<p>
A Defesa contra a arte das trevas surgiu, logicamente com o aparecimento do mau em nosso mundo, em épocas que existiam muito poucos humanos(trouxas) e ainda não existiam bruxos. Foi uma época que foi denominada idade das trevas, logo após o declínio e queda do Império Bizantino e Romano, houve um período de desentendimento entre as civilizações, uma raiva enorme entre os grandes povos da época. Na história da humanidade, foi um dos piores tempos que já existiu. Houve carnificinas, mortes em massa, os seres humanos já não tinha sentimentos bons em seus corações, somente raiva, dor, vingança, medo. A partir de tudo isso, de todos esses acontecimentos, O Lord das trevas, o deus do mau, Lúcifer, surge, e vem para a terra.
</p><p>
Aterrorizando tudo e a todos, ele dissemina o mal. Transformando seres humanos, em seres que se chamavam bruxos, eram iguais aos homens normais só possuíam poderes mágicos e serviam o mau e faziam parte de seu exercito de conquista.Depois de muita matança e destruição, alguns tentavam resistir. Algumas pessoas uniam-se, no intuito de protegerem-se e defenderem-se, com todas as pessoas que pudessem, pois tinham cansado de fugir, e formaram um reino, com leis e até exércitos para combater essas forças negras.
</p><p>
Esse reino teve um grande líder, que lutou bravamente para resistir, seu nome era Arthur, não se sabe até hoje, o que ele possuía, se era poderes mágicos, mas Lúcifer nunca lhe havia transformado em um bruxo, mas mesmo assim ele era um ser fora do comum, pois ele foi o único que conseguiu retira, uma lendária espada mágica chamada Excalibur, de uma rocha de granito sólido, na qual milhares de homens tentaram e não conseguiram. Os homens do Reino achavam que ele era um escolhido de Deus então nomearam REI. Uma de suas grandes vantagens, foi um ser muito poderoso que era seu conselheiro, seu nome era Merlin.
</p><p>
Merlin era um mago muito poderoso, algo era estranho, porque ele não era servo de Lúcifer, pelo contrario, ele o enfrentava em varias batalhas. No entanto uma coisa mais estranha ele guardava. Lúcifer o Lord das trevas era seu pai. Como todos seres que habitam nosso universo possuem fraquezas, Lúcifer também às possuía, pois teve um filho com uma virgem humana, que no futuro seria seu pior inimigo. Seu filho Merlin, que adquirira muita experiência de vida e se tornara, um homem sábio, era seguidor de profecias muito antigas, sabia que não podia lutar com seu pai, pois segundo a profecia, teria que procurar um individuo, que seria o escolhido para esta nobre tarefa. Este escolhido teria que retirar a espada dos deuses da rocha, e lutar com o demônio, ele mesmo.
</p><p>
Após anos de procura Merlin encontra-o quando criança, pois sente sua forte presença, e o treina. Mesmo quando garoto ele já consegue tirar a lendária Excalibur. Merlin e o Rei Arthur, lutavam bravamente, contra os demônios de Lúcifer. Com o mago ao seu lado não havia perigo, pois as habilidades deste eram muito além de qualquer coisa já vista, eram fora do comum. Após varias campanhas de batalhas. Obtiveram muito sucesso destruindo quase todo o mal, só faltava o Lord supremo. Este não foi fácil de derrotar, mesmo com a Excalibur, Arthur e eles lutaram até a ultima gota de sangue esvair de seus corpos, quando finalmente ambos são derrotados, os dois caem sem esperanças de levantar. Arthur quase conheceu a morte naquela ocasião, mas depois da batalha, Merlin com suas grandes habilidades o salva.
</p><p>
A partir disso a maioria dos bruxos volta, a serem o que eram antes, boas pessoas, mas não perderam seus poderes adquiridos. Mas nem todos se converterão para o bem uns estavam tão fanáticos pelo mal que só o que desejavam era a volta de seu mestre, ou tinham suas próprias ambições e queriam executá-las de qualquer maneira, não importando o que poderia acontecer. Surge então, uma nova raça, a raça dos bruxos e magos, pois passavam seu dom da magia para seus filhos e esses iam passando de geração em geração.
<br>Para terem uma organização social, é criada a Ordem de Merlin, na qual o objetivo é que os bruxos mais talentosos deveriam liderar os outros. Cada 200 anos, um líder nasceria com o dom do grande Mago Merlin, e seria o chefe da ordem, O Grande Feiticeiro, Cacique supremo...
</p><p>
A Defesa Contra as Artes das Trevas e uma das mais antiga matérias estudadas por bruxos. Ela foi inventada na idade media. No ano de 1326 na famosa Idade das Trevas, onde muitos bruxos e bruxas, malignos começaram a estudar mais intensamente, para aumenta seus conhecimentos e assim se tornar mais poderosos na Arte das Trevas. Com o intuito de Afastar jovens Magos das artes do mal, e lembrando-se dos ensinamentos do seu grande mestre, dois bruxos da época começaram a combater essas forças de frente, eram eles Lucian Tremor e Ankou Mekhet, Lucian era conhecido em grande parte da Europa, nascido no ano de 1248 em Dublin na Irlanda vem de uma grande família de antigos Magos, descendentes de Merlin, Se aprofundou na d.c.a.t após perder sua irmã que fora atacada e morta por um grupo de bruxos das trevas, Lucian obteve grande fama após vingar sua irmã destruindo os bruxos que aviam a matado e destruindo também uma tribo de lobisomens que atacavam muitas aldeias de Dublin. Nascido entre 1260 a 1270 na antiga província de Glasgow na Escócia, Ankou Mekhet assim conhecido, pois até os dias de hoje não se sabe o seu primeiro nome, Ankou ganhou esse "apelido” após decimar mais de 430 vampiros, criações das trevas. Na época Ankou significava (Matador Putrefado em Latim), descendendo direto da Família de bruxos das trevas os lendários Mekhet. Ankou se revelou contra sua família e ganhou fama após destruir seu pai Emanuel Mekhet em uma longa batalha onde salvou sua cidade natal.
</p><p>
Estes dois magos são poucos conhecidos em dias de hoje, mas seus atos ficaram marcados para sempre, Muitos bruxos da época eram contra as artes das trevas, mas não se preocupavam em deter esta arte, muitos chamavam Lucian e Ankou de loucos por tentar acabarem com as artes malignas, já outros os adimiram por serem valentes bastante para lutar contra o mal. A partir disso foram criados muitos ensinamentos em relação a defender-se da arte negra, e muitos feitiços criados para melhor usá-los contra o mal. O que encontramos hoje é a Defesa Contra as Artes Trevas, que nada mais é tudo aquilo que os magos antigos faziam, só que com adaptações para nosso novo meio de vida, porém, convém lembrar que obviamente magos estudiosos posteriormente aos magos primitivos, desenvolveram e aperfeiçoaram todas técnicas e criaram novas também. Foi necessária essa mudança visto que as técnicas primitivas por sua vez eram muitas falhas, e às vezes, essas falhas que sucediam eram fatais aos magos. Até mesmo hoje, a Defesa Contra as Artes Trevas, está sujeita a falhas, uma vez que não temos pleno controle de nossos reflexos quando somos colocados sob grande nervosismo, quando somos tomados por grande medo e até quando somos pegos desprevenidos.
</p><p>
Defesa Contra as Artes das Trevas pode vir comumente abreviado sob a forma DCAT, portanto não se espantem de ver essa expressão, ela é comum e até mais usada para designar essa maravilhosa disciplina.
</p>

<center><div style="background-color: #ededed; text-transform:uppercase; text-align:center; font-family: 'Josefin Sans'; font-size:18px; color:#000000; line-height:18px;">Aprendendo a se Defender</div></center>

<p>
A Defesa contra as Artes das Trevas tem como principal intenção instruir jovens magos a se defender das artes obscuras, para isso o mago deve aprender alguns procedimentos básicos:
</p><p>
<br>1. Ter plena consciência de que a DCAT foi desenvolvida para se defender das Artes Obscuras, e atacar somente em ultimo caso.
<br>2. Nunca subestimar seus oponentes.
<br>3. Obedecer às ordens do instrutor.
<br>4. Nunca tentar utilizar um Feitiço que não tenha aprendido corretamente.
<br>5. Nunca, Jamais Ter intenção de se voltar para as artes negras.
<br>6. Lutar sempre contra as Artes das trevas.
<br>7. Não temer as Artes obscuras, mas usar de cautela e não de imprudência
</p><p>
Com esses procedimentos básicos os alunos poderão aprender como se defender das Artes das Trevas.
</p>

<center><div style="background-color: #ededed; text-transform:uppercase; text-align:center; font-family: 'Josefin Sans'; font-size:18px; color:#000000; line-height:18px;">O Psicológico</div></center>

<p>
É certo que um mago nervoso, ou com medo, não conseguiria em hipótese alguma, se defender de um ataque súbito. Um bom mago deve manter a calma em todas as situações, pois a paz de espírito e a serenidade nos ajudam a manter o controle de nossas mentes nos ajudando assim a tomar rápidas e sábias decisões mesmo em horas de pressão psicológica.
<br>Faz-se necessário estudar estes dois tópicos juntos (Controle Psicológico e Reflexos), porque ambos estão intimamente ligados. Suas ações (ou reflexos) dependerão de sua mente, que por sua vez estará influenciada pelo seu psicológico, portanto, mente sã e sadia, corpo são e preparado.
</p><p>
O mago tem de estar psicologicamente preparado para toda e qualquer tipo de situação, procurando sempre encarar os problemas de frente sem achar neles grandes dificuldades. Lembre-se: Aumentando o desprezo ao problema que está a sua frente, maior será sua auto-estima e logo o medo será menor, porém tomem cuidado para não subestimar o oponente, pode ser um erro fatal. A calma e a tranqüilidade serão fontes fundamentais para o controle psicológico, e bons reflexos, terão sempre pontos negativos em DCAT aqueles que são nervosos e impulsivos.
</p><p>


</p><center><div style="background-color: #ededed; padding:2px; text-transform:uppercase; border-bottom:1px dashed #828282; text-align:center; font-family: 'Josefin Sans', arial, serif; text-shadow: #fff 1px 0px 1px; font-size:18px; width:380px; color:#000000; line-height:18px; -moz-border-radius: 15px 15px 0px 0px; -webkit-border-radius: 15px 15px 0px 0px;">Capítulo 3 – Poções, Objetos e Azarações</div></center>


<center><div style="background-color: #ededed; text-transform:uppercase; text-align:center; font-family: 'Josefin Sans'; font-size:18px; color:#000000; line-height:18px;">Recursos das trevas, O que são?</div></center>

<p></p><p>
As trevas costumam usar de vários artifícios para causar dor, morte e sofrimento em pessoas, um desses artifícios são as poções e os objetos, algumas poções costumam causar até a morte de certo indivíduo, segundo relatos da sociedade de Medibruxaria quase quinhentos trouxas foram mortos por conta de poções, fora alguns bruxos que comeram ou beberam algo envenenado com a poção, outros artifício usado é o uso de objetos encantados como o colar de opalas que com apenas um toque leva alguém á morte instantânea. Abaixo segue a relação de poções e objetos das trevas.
</p>
<center><div style="background-color: #ededed; text-transform:uppercase; text-align:center; font-family: 'Josefin Sans'; font-size:18px; color:#000000; line-height:18px;">Poções das Trevas</div></center>
<p>
As poções a seguir são identificadas como sendo das Trevas:
</p><p>
<font color="#000000"><b>A poção de renascimento:</b></font> Esta poção é dita por Voldemort como sendo “um velho pedaço de Magia Negra”. Seus ingredientes incluem um osso do pai, carne do servo, e sangue de um inimigo daquele que a poção é destinada. Ela cria um novo corpo para uma bruxa ou bruxo das Trevas que usou Horcruxes e perdeu seu corpo original, como fez Voldemort. Este novo corpo é réplica do velho e tem seus antigos poderes também. Ele aparentemente exige que o bruxo das Trevas exista dentro de um corpo rudimentar que possa ser colocado dentro do caldeirão depois de todos os ingredientes serem adicionados.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Poção Polissuco:</b></font> permite ao que bebe tomar a forma física de outra pessoa. Embora tenha usos para o bem, é das Trevas e provavelmente ilegal.
</p><p>
Poção da Horcrux: uma poção usada em uma bacia que o medalhão Horcrux estava escondido. Seu consumo faz com que quem a bebe veja “coisas terríveis”, desidrate, e sinta uma queimação excruciante em suas entranhas.
</p>
<center><div style="background-color: #ededed; text-transform:uppercase; text-align:center; font-family: 'Josefin Sans'; font-size:18px; color:#000000; line-height:18px;">Itens das Trevas</div></center>
<p>
Os itens a seguir são associados à Magia Negra:
</p><p>
<font color="#000000"><b>Livros amaldiçoados:</b></font> Livros podem ser enfeitiçados para causar danos a qualquer um que tentar lelô-los. Exemplos incluem Sonetos de um Bruxo, que faz com que o leitor comece a falar em rimas, e um livro sem nome que uma pessoa nunca consegue parar de ler. O diário de Tom Riddle era tanto um livro amaldiçoado quanto uma Horcrux.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Mão da Glória:</b></font> Uma rígida mão humana com uma vela entre os dedos. Ela fornece luz apenas para quem a carrega. Ela pode penetrar Pó Escurecedor Instantâneo do Peru.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Horcrux:</b></font> Conhecida por ser o mais obscuro de todos os objetos, uma Horcrux é um objeto (ou ser vivo) que contem um fragmento da alma dividida de um bruxo das Trevas. É usada para fornecer proteção contra a morte.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Colar de Opalas:</b></font> Este item apareceu na Borgin & Burkes. É profundamente amaldiçoado, ao ponto de que um mero toque quase causa a morte instantânea. Ele matou pelo menos dezenove Trouxas.
</p>

<center><div style="background-color: #ededed; text-transform:uppercase; text-align:center; font-family: 'Josefin Sans'; font-size:18px; color:#000000; line-height:18px;">O que são Azarações?</div></center>

<p>
Azarações são feitiços que tem como efeito imobilizar, enfraquecer, paralisar, invalidar, reter ou algo do tipo que possa impossibilitar o alvo de investir um contra feitiço. Toda azaração tem um contra feitiço e nenhuma delas pode levar o bruxo em perfeita saúde a morte ou invalidez permanente. As trevas costumavam usar essas azarações no passado para arruinar a vida de seus inimigos, contudo quando as maldições surgiram às trevas deixaram as azarações de lado, e por isso talvez as azarações não sejam proibidas pelo ministério da Magia.
</p><p>
As azarações são feitiços maus cominados mesmo assim são de fácil execução, diferentemente das maldições que precisam que a pessoas seja muito má ou queira muito matar e torturar alguém. Abaixo segue uma lista de azarações, que só poderão ser treinadas em sala de aulas com o auxilio do professor.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Cara-de-Vampiro</b></font>
<br>Pronúncia: Cara-de-Vampiro
<br>Descrição: Faz com que os caninos do alvo se alonguem e, por isso, sua face lembra a de um vampiro. Esta azaração é utilizada por bruxos que querem aterrorizar trouxas.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Azaração da Macacazaração</b></font>
<br>Pronúncia: Simius Voluntas
<br>Descrição: Uma das azarações mais curiosas já criadas. Foi inventada por Hepletus Simes, um bruxo que muito viveu na América do Sul. Quem é atingido por esta fica com uma incessante vontade de comer bananas. Mas não são poucas. É preciso comer pelo menos umas 40 bananas para a pessoa se saciar. O feitiço Finite Encantatem pode acabar com o efeito desta azaração.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Cadarço travesso</b></font>
<br>Pronúncia: Embolotus
<br>Descrição: Faz com que os cadarços do tênis/sapato do alvo se enrolem uns nos outros. Um bruxo mais avançado consegue fazer os cadarços unirem uns nos outros, ao invés de um simples nó.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Azaração das verrugas</b></font>
<br>Pronúncia: Verugs
<br>Descrição: Nasce uma ou mais de uma verruga em algum local do corpo.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Azaração do Bafo de Pimenta</b></font>
<br>Pronúncia: Pimentatus
<br>Descrição: A boca do alvo parece estar pegando fogo de tão ardida que fica. É o mesmo efeito de morder quatro pimentas malaguetas inteiras, e terminar mordendo pimenta branca. Provavelmente fará também seus olhos lacrimejarem. Bruxos de maior experiência conseguem fazer o alvo largar pequenas labaredas de fogo. O efeito da azaração só cessa quando água corrente passar pela boca do bruxo por pelo menos três minutos. Este feitiço não interfere diretamente na fala.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Azaração do Besouro Indesejado</b></font>
<br>Pronúncia: Besus Nasus
<br>Descrição: Faz com que pequenos besourinhos saiam do nariz da vítima por um minuto inteiro. Os besouros são escuros, cor de alcatrão, e quando estourados soltam um fedorzinho desagradável muito semelhante ao cocô de neném. O inventor deste feitiço criou-o para ensinar sua namorada a não meter o nariz no seu caldeirão. O feitiço Finite também não funciona neste caso. É necessário que todos os besourinhos saiam do nariz da vítima.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Azaração Coachante</b></font>
<br>Pronúncia: Sapus Papus
<br>Descrição: O pescoço (papada) da pessoa cresce e fica abaloada, lembrando muito um sapo gordo. Quando a pessoa fala, sua voz é engrossada e a papada emite um som coachante. Finite acaba com o efeito. Pesquisadores trouxas acreditaram certa vez encontrar uma tribo de indígenas misturado com DNA anfíbio no Atacama. Na verdade era uma tribo enfeitiçada por uma antiga bruxa com este feitiço.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Azaração da Orelha grande</b></font>
<br>Pronúncia: Orelhuddus
<br>Descrição: Um lampejo branco atinge a cabeça da pessoa, só funciona na cabeça, aumentando suas orelhas para o incomum. Finite acabar com o efeito da azaração.
</p>

<center><div style="background-color: #ededed; padding:2px; text-transform:uppercase; border-bottom:1px dashed #828282; text-align:center; font-family: 'Josefin Sans', arial, serif; text-shadow: #fff 1px 0px 1px; font-size:18px; width:380px; color:#000000; line-height:18px; -moz-border-radius: 15px 15px 0px 0px; -webkit-border-radius: 15px 15px 0px 0px;">Capítulo 4 – Feitiços de Defesa e Ataque</div></center>

<p>
<font color="#000000"><b>Abaffiato</b></font>
<br>Descrição: Faz com que as pessoas possam ter conversas sem serem ouvidas. Provoca um zumbido no ouvido de uma pessoa que esteja próximo ao lugar ou se aproxime.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Ascendio</b></font>
<br>Descrição: Levita o conjurador na direção apontada pela varinha.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Aranha Exumai</b></font>
<br>Descrição: Repele aranhas, afastando-as com o efeito de Estupefaça, contudo, de uso único para aranhas.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Cistem Aperio</b></font>
<br>Descrição: Arromba objetos, como uma caixa trancada.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Colloportus</b></font>
<br>Descrição: Tranca portas, prevenindo-as de serem abertas por certo tempo.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Confringo</b></font>
<br>Descrição: Explode tudo o que tocá-lo.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Engorgio</b></font>
<br>Descrição: Faz com que algo aumente de tamanho.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Enervate</b></font>
<br>Descrição: Acorda a pessoa do feitiço Estupefaça.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Evanesco</b></font>
<br>Descrição: Faz coisas menores se desintegrarem.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Finite Incantatem</b></font>
<br>Descrição: Usado para acabar com o efeito de um feitiço usado numa pessoa ou numa coisa
</p><p>
<font color="#000000"><b>Immobilus</b></font>
<br>Descrição: Usado para paralisar criaturas/pessoas.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Impervius</b></font>
<br>Descrição: Este feitiço serve para tornar algo impermeável.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Locomotor</b></font>
<br>Descrição: Este encanto é sempre usado junto do nome do alvo e apontando para ele. (ex. "Locomotor Tronco!"). O encanto causa no objeto dito o efeito de flutuar no ar e que fique a total mercê do conjurador.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Obscuro</b></font>
<br>Descrição: Cria uma venda nos olhos do alvo, impedindo-o de ver
</p><p>
<font color="#000000"><b>Peskipiksi Pesternomi</b></font>
<br>Descrição: Aparentemente faz Diabretes da Cornualha fugirem ou ao menos desistirem de fazer travessuras.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Reparo Totalus</b></font>
<br>Descrição: Arruma ou repara lugares destruídos, exemplo, uma sala.
</p><p>
<font color="#000000"><b>Serpensórtia</b></font>
<br>Descrição: Produz uma cobra que salta da ponta da varinha de quem conjurou o feitiço.
</p>
</div></center></div></center>

Apenas adicione em tua pagina HTML:
Painel de Controle Seta Módulos Seta HTML & JAVASCRIPT Seta Gestão das Páginas HTML

Em 'Usar como pagina inicial' Marque não!
Em 'Usar no inicio e final do fórum' marque sim!

Abraços!
avatar

Sennior
Membro profissional
Membro profissional

Masculino
Inscrito dia : 10/06/2011
Mensagens : 16302
Pontos Ativos : 20791

Ver perfil do usuário http://ajuda.forumeiros.com/forum https://www.facebook.com/GlladstonHenrique

Resolvido Re: Outra página

Mensagem por Camila R.B. em 21/06/13, 01:06 am

Ain mto obrigada mesmo, vc nem sabe o quanto me ajudou.

Obrigada mesmo.
avatar

Camila R.B.
Nível 6

Feminino
Inscrito dia : 10/03/2011
Mensagens : 67
Pontos Ativos : 108

Ver perfil do usuário http://dolohov.forumeiros.org

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum